A decisão dos Oficiais de Justiça do TJDFT de aderirem ao movimento grevista, a partir de 1º de março, com a suspensão do cumprimento de mandados, já repercute nos veículos de comunicação do Distrito Federal.

Reportagem publicada nesta quarta-feira (21) pelo portal Metrópoles fala sobre a deliberação ocorrida em Assembleia do Sindojus-DF e da Aojus que tem o objetivo de fazer com que o Tribunal nomeie os aprovados no último concurso para os 59 cargos vagos existentes atualmente.

Além disso, os Oficiais reivindicam a limitação de mandados a serem distribuídos/cumpridos por cada Oficial e o reajuste da Indenização de Transporte. Na publicação do Metrópoles, o presidente do Sindojus, Gerardo Alves Lima Filho, explica que os Oficiais de Justiça têm sido alvos de constantes ataques no DF e no Entorno. Somente em 2017, foram 12 casos, ou um a cada mês. A maioria, por roubo. “A violência é uma questão que nos preocupa bastante”, diz. 

Para o Sindojus, a visibilidade e destaque ao movimento paredista dos Oficiais de Justiça reafirmam a importância do oficialato na prestação jurisdicional e a necessidade da valorização do segmento. "Vamos, juntos, construir uma greve forte para a conquista dos nossos pleitos", finaliza Gerardo.

CLIQUE AQUI para ler a reportagem completa publicada pelo portal

Da assessoria de imprensa, Caroline P. Colombo

0 comentários:

Postar um comentário

 
Top