Cerca de 200 Oficiais de Justiça participaram, na tarde desta quinta-feira (1º), do Ato promovido pelo Sindojus e pela Aojus para o primeiro dia de greve do oficialato do TJDFT.

Os participantes se reuniram entre o Bloco A da sede do Tribunal de Justiça e, com faixas, cartazes, apitos e vuvuzelas, deram o recado de que querem “cinco por dia”, em referência à afirmação do TJDFT de que os Oficiais de Justiça cumprem uma média de cinco mandados judiciais por dia de trabalho.

Durante a mobilização, o presidente Gerardo Alves Lima Filho enfatizou que os Oficiais cumprem mais de 300 mandados judiciais e que o segmento busca melhores condições de trabalho. “Nós queremos que o Tribunal haja com transparência, que o Tribunal haja com Justiça”, disse.

A saúde e a segurança do Oficial de Justiça também foram destacadas por Gerardo.

Outros manifestantes relembraram a pauta de reivindicações da greve que engloba a nomeação dos aprovados no último concurso do Tribunal, além da limitação do número de mandados distribuídos aos Oficiais e a recomposição da Indenização de Transporte.

O Ato foi encerrado com uma passeata dos Oficiais de Justiça pelo Palácio da Justiça.

“Fizemos um lindo Ato neste primeiro dia de greve dos Oficiais de Justiça e temos a certeza de que esse movimento nasceu forte e trará a vitória para o oficialato”, avalia o presidente do Sindojus.

Veículos de imprensa do DF como o Portal Metrópoles e a Rádio Agência Nacional EBC publicaram reportagens sobre o movimento paredista.

O Sindojus também produziu um vídeo sobre o Ato que marcou o primeiro dia de greve dos Oficiais de Justiça.

CLIQUE AQUI para assistir o vídeo do Sindojus

Da assessoria de imprensa, Caroline P. Colombo

0 comentários:

Postar um comentário

 
Top