A UniOficiais/Sindojus-DF protocolou, no final do mês de janeiro, pedido junto à presidência do TJDFT para que o Tribunal forneça a vacinação contra a dengue para os Oficiais de Justiça.

O pedido leva em consideração a situação de emergência, declarada pelo Governo do Distrito Federal, para enfrentar a dengue, o que gerou grande preocupação por parte de toda a categoria.

Levantamento realizado pelo SINAN mostra que, em 2024, foram notificados 17.150 casos suspeitos de dengue, dos quais 16.628 eram prováveis. “Dos casos prováveis, 96,6% são residentes no DF”, afirma o ofício.

“Sendo assim, por certo que a Secretaria de Saúde – SESA, do Governo do Distrito Federal – GDF iniciará a elaboração da campanha de vacinação distrital, de modo que seu cronograma atenda os grupos de risco e demais indivíduos”, completa.

De acordo com a UniOficiais/Sindojus-DF, diante da alta exposição dos servidores aos riscos de contaminação com a dengue, visto que atuam externamente e visitam todas as cidades afetadas, se faz necessário que o TJDFT forneça com prioridade as doses para os Oficiais de Justiça.

“O que se objetiva, portanto, é reduzir especialmente o quadro de contaminação dos Oficiais de Justiça do TJDFT que necessitam ser imunizados o quanto antes, preferencialmente com o grupo de profissionais da saúde e de segurança pública”.

Neste sentido, o sindicato requereu o fornecimento das doses da vacina contra a dengue por parte do TJDFT o mais breve possível e, em não sendo possível esse fornecimento direto, que o Tribunal se digne a requerer, mediante ofício a ser enviado ao Governo do DF, para a inclusão dos Oficiais de Justiça no grupo prioritário de vacinação; ou solicite o fornecimento das doses da vacina contra a dengue em número suficiente para a devida imunização dos Oficiais de Justiça ativos do quadro de servidores do TJDFT.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Top